Qui, 18 de Setembro de 2014
Home
Vidreiros SP: seminário jurídico fortalece a Campanha Salarial 2013 PDF Imprimir E-mail
Escrito por Luciana Mendonça-Sindicato Vidreiros SP   
Qua, 06 de Novembro de 2013 18:38
vidreiros 06 11c
 O secretário de administração e finanças da CNQ-CUT, Sergio Novais (ao microfone), ao lado
do dirigente do Sindicato dos Vidreiros, José Alves de Almeida
vidreiros 06 11b
Nos dias 26 e 27 de outubro foi realizado o II Seminário Jurídico da Categoria Vidreira, na Praia Grande, litoral de São Paulo. Participaram do evento cerca de 100 pessoas entre diretores, convidados e trabalhadores das empresas Cebrace, Diamante, Fanavid, Frascolex, Laborglass, Metagal, MX, Nadir Figueiredo, Pacaembu, Pilkington, Saint-Gobain, São Mateus Vidros, Tempera, Tempermax, Terra Santa Cruz, Vidraria Anchieta e Wheaton.
O evento foi aberto com a conferência “A inserção dos vidreiros no ramo químico e a conjuntura econômica”, proferida por Sergio Novais, secretário de administração e finanças da CNQ-CUT (Confederação Nacional do Ramo Químico). Além de explicar como se estrutura a Confederação, Novais apresentou alguns dados sobre o setor vidreiro que hoje agrega 40.850 trabalhadores/as.
O Brasil hoje possui consumo per capita de vidro de aproximadamente 18,7 quilos por habitante - o consumo per capita mundial é próximo a 19 quilos por habitante. Mas que isso, a trajetória da indústria vidreira acompanhou o crescimento econômico do país e apresentou forte expansão a partir de 2002, tornando-se o maior produtor e exportador da América Latina. O seu ritmo de crescimento até 2007 foi de 20% ao ano. A partir da crise de 2008, o ritmo de crescimento caiu para 4,5% ao ano. Apesar da queda, quando se analisa o segmento de vidros para embalagem - que representa 32,6% do faturamento do setor vidreiro - houve um crescimento de 13,81% na produção em 2013. “Esse dado é importante ter em mãos na hora da negociação salarial”, ressaltou Novais.
O secretário da CNQ-CUT também convidou o Sindicato dos Vidreiros a liderar campanha de pressão junto ao governo federal, por ser o principal sindicato da categoria no país: “É o Sindicato dos Vidreiros de São Paulo que deve encabeçar as discussões e puxar a agenda de crescimento do setor vidreiro em nível nacional”.
Assédio moral e terceirização em debate
A segunda palestra foi conduzida pela psicóloga e mediadora do Ministério do Trabalho, Solange de Souza, que caracterizou o assédio moral como toda conduta abusiva de natureza psicológica, do superior hierárquico ou não, que atente contra a dignidade psíquica de forma repetitiva e prolongada e que expõe o trabalhador a situações humilhantes, constrangedoras, capazes de causar ofensa à integridade psíquica, e que tenha por efeito excluir a posição do empregado no emprego ou deteriorar o ambiente de trabalho, durante a jornada de trabalho e no exercício de suas funções.
Na sequência, a advogada Elaine D’Ávila Coelho abordou o Projeto de Lei 4330, que legitima a precarização do trabalho por meio da chamada terceirização. Elaine apresentou um breve histórico sobre como se iniciou a terceirização, em 1974, com a Lei 6019, que passou a permitir o trabalho temporário nos serviços de vigilância, de conservação e limpeza, tendo se intensificado a partir da adoção do toyotismo na década de 80.
A terceirização do trabalho traz como modelos:
- o desrespeito aos direitos sociais fundamentais;
- o desrespeito aos direitos normativos das categorias preponderantes e negação à negociação coletiva;
- a desvinculação e pulverização sindical;
- a violação dos princípios constitucionais estabelecendo duas categorias de trabalhadores;
- a diminuição do custo com a mão de obra.
Como consequência dessa conjuntura é possível constatar:
- os terceirizados já são 25,5% do mercado formal de trabalho;
- a remuneração, em média, representa 27,1% a menos do que recebem os empregados diretos (em algumas categorias chega a 60%);
- a jornada de trabalho semanal é superior, em média, três horas;
- permanência no emprego: diretos – 5,8 anos; terceirizados – 2,6 anos;
- a rotatividade gira em torno de 22% (empregados diretos) e 44,9% (terceirizados).
No domingo, a advogada Tirza Coelho Souza realizou palestra sobre Negociação Coletiva e a Súmula 277 do TST (Tribunal Regional do Trabalho), seguida de uma dinâmica em grupo onde os participantes puderam simular a prática de uma mesa de negociação com comentários ao final de cada rodada.
vidreiros 06 11a
20 de outubro: assembleia lotada aprova a pauta de reivindicações
 
Campanha Salarial 2013
No dia 20 de outubro, durante assembleia geral realizada na sede do Sindicato, foi aprovada a proposta da diretoria de reajuste salarial de 13% (sem teto) e salário normativo de R$ 1.150,00 (com o reajuste de 17,82% sobre o salário de R$ 976,80).
Além disso, foi aprovada uma pauta de reivindicações que contém 72 cláusulas, entre elas algumas novas como a mudança na data-base, participação nos lucros e resultados, abono e transferência de estáveis. A luta é pela manutenção, ampliação e melhoria das cláusulas já existentes. No dia 24 de outubro a pauta foi protocolada na sede da Fiesp (sindicato patronal). O sindicato aguarda a resposta dos patrões para iniciar o processo de negociações.
Pauta específica dos vidreiros manuais - Os companheiros estão na luta pelo pagamento das peças com defeito; causadas por problemas técnicos que representam prejuízos em seus ganhos.
Inflação no período - A inflação acumulada de dezembro de 2012 a setembro de 2013, segundo o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) do IBGE, é de 4,38%. Falta a divulgação da inflação dos meses de outubro e novembro para calcular a perda acumulada no período de 12 meses. Vai ser necessário manter unidade e disposição de luta, que a categoria tem demonstrado nas portas de fábrica pela conquista do aumento real.
vidreiros 06 11e
 Outubro: mobilização na porta da Wheaton antecede a Campanha Salarial
 
A diretoria do sindicato vai continuar percorrendo a base nessa campanha salarial, para intensificar a luta e garantir a manutenção, ampliação e aumento salarial decente.
Além da diretoria colegiada, participaram da assembleia 117 trabalhadores das seguintes fábricas: Cebrace, Celta, Decorliz, Edra, Fanavid, Frascolex, Imperial, Luvidal, Metagal, Mundial, MX, Nadir Figueiredo, Nunes, Owens-Illinois, Pilkington, Royal, Saint-Gobain, Santa Terezinha, Speed Temper, Tempera, Triax, Vetroex, Vitrale, Wheaton.
 
Fonte e fotos: Luciana Mendonça - Imprensa Sindicato Vidreiros SP
vidreiros 06 11g
Outubro: protesto reúne trabalhadores na porta da Wheaton
 
 vidreiros 06 11f
  Outubro: assembleia na porta da Saint-Gobain Euroveder, em São Caetano, SP
 
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Colunas

News image

Campanha Salarial e Desenvolvimento Econômico

*Clemente Ganz Lúcio Campanhas salariais são processos complexos nos quais os trabalhadores se mobilizam para estabelecer as regras que definirão os salários e as condições de tra... Leia Mais...

Cultura

News image

Direitos Humanos: parceria entre TVT e TV Brasil produz série inédita

Para prevenir situações de violência, o Grupo de Mulheres Cidadania Feminina distribui apitos entre os moradores do bairro Córrego de Euclides, em Recife. Quando alguma mulher se sente ameaçada,...

Leia Mais
Confederação Nacional do Ramo Químico da CUT (CNQ-CUT)
Rua Coronel Xavier de Toledo, 99 - 6º Andar - Conjunto 11
Cep: 01048-100 - Anhangabaú - São Paulo- SP 
 
 
 Telefones:
    11 3129-4989
    11 3235-4989

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.